sexta-feira, 30 de outubro de 2009

"Ser sacerdote para sempre"

Ano Sacerdotal 19/06/09 a 19/06/10

"Fidelidade de Cristo, fidelidade do sacerdote"

"Creio que o meu depoimento pode começar localizando o período de consagração. Primeiro, o Batismo cristão católico que introduz o sacerdócio e profético naqueles quem têm fé. Assim sendo, fui cultivado numa família de fé simples na região do Vale, antigamente divisa com Santos, separada apenas pela serra.Naquela região aprendi a experimentar a fé que veio de meus pais.
Em seguida, observo a decisão que veio da descoberta da vocação ao Carmelo. Me senti escolhido por Deus e por Nossa Senhora, fui acompanhado por um frei carmelita e em seguida ingressei na Ordem do Carmo.
Atualmente, já com décadas de Ministério sacerdotal ordenado como religioso a serviço da Igreja, percebo que com mais atenção consigo zelar pelo chamado que Deus fez e noto como é necessário cultivar essa presença grandiosa de Deus.
Neste ano Sacerdotal somos agraciados pela Igreja e certamente temos muito a contribuir para ajudar na edificação da Igreja como discípulos e dignatários da vontade de Deus."

Frei Lino de Oliveira O.C.
---
Depoimento cedido ao jornal Presença Diocesana - Novembro/2009 - nº 99 - Ano 9

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Dia de São Lucas

Missa Solene de São Lucas
Homenagem aos Médicos
Vídeo produzido por Emílio Pechini

18-10-2009


video


terça-feira, 1 de setembro de 2009

Comissão critica regras do Pro-Urbe

A Tribuna- A-6- Baixada Santista

Integrantes da comissão que trata da revitalização da Ordem Primeira do Carmo estão criticando a dificuldade de acesso ao Programa de Incentivo à Revitalização de Obras Urbanas Degradadas. (Pro-Urbe).
O programa prevê a utilização de créditos obtidos por empresas no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Estima-se que o Estado tenha R$3 bilhões de créditos acumulados.
No entanto, segundo o reitor do Convento da Ordem do Carmo, frei Lino de Oliveira, na realidade a situação é bem diferente. "Ficamos sabendo do programa por intermédio da Prefeitura. Então, decidimos buscar os canais mais rápidos de acesso".
Os integrantes da comissão de revitalização procuraram o posto da Fazenda Estadual em Santos e a Assessoria do deputado Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) para saber como proceder e obter orientações a respeito do assunto.
"Nos dois casos, as respostas não foram consistentes. Continuamos sem saber como conseguir o benefício proporcionado pelo programa", sentenciou frei Lino de Oliveira.
Ele disse que ainda mantém esperança de que o programa mude o sistema atual e forneça os canais diretos para as entidades buscarem a captação dos recursos. "Nós sequer sabemos quem poderia ser um investidor em potencial. Acredito que isso poderia ser fornecido não só para nós, mas para qualquer outra entidade que esteja precisando restaurar seu imóvel em área degradada com valor histórico reconhecido".
No caso da Ordem Primeira do Carmo, o imóvel está inserido na área do programa Alegra Centro e já tem projetos de reforma e recuperação aprovados pela Prefeitura.
A Ordem Primeira já captou o patrocínio de 25 munícipes, que deram entrada no processo de solicitação de desconto do IPTU para 2010. Parte da obra da fachada principal já foi executada, bem como do convento.
"Capacitados nós até estamos. O que falta é uma orientação maior sobre o assunto. Esse canal de acesso que foi oferecido não funciona como deveria, na minha opinião.

Sem interesse

O arquiteto da Diocese de Santos, Jaime Calixto, esclarece que a condição primordial do Pro-Urbe é conseguir um investidor, além de ter o projeto aprovado pela Prefeitura. "Sem isso fica difícil mesmo. A ideia é até interessante. Mas acontece que as empresas, de um modo geral, não se interessam pelo assunto".
A assessoria do deputado Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) informou que prestou os esclarecimentos sobre o programa, regulamento pelo Decreto Estadual 52.161/07, para a Ordem Primeira do Carmo.
Explicou que, além do projeto aprovado pela Prefeitura, deveria ser indicado o nome do investidor, que é a principal dificuldade encontrada pelos interessados na utilização de créditos.
Em função disso, o parlamentar propôs, à Fazenda Paulista, a realização de estudos para mudanças nas regras vigentes, a fim de facilitar o acesso aos créditos e estimular o interesse de eventuais investidores.
Outra proposta foi a inclusão, no Pro-Urbe, de imóveis históricos que não estejam necessariamente em áreas degradadas, mas precisam de restauro.
A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado da Fazenda foi acionada ontem por A Tribuna, e ficou de se manifestar sobre o assunto nos próximos dias.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Recurso do IPTU vai reformar Convento

O Estado de São Paulo - C6 - Metrópole - Rejane de Lima
---

Em Santos, lei prevê que contribuinte adiante metade do imposto para obras no Centro; Santuário do Carmo aderiu ao programa de incentivo

Com 420 anos, o terceiro mais antigo convento carmelita do País, localizado em Santos, litoral paulista, iniciou um processo de revitalização que deve ser totalmente custeado pela população. Os contribuintes do IPTU no município podem adiantar 50% do valor da taxa a ser paga no próximo ano para as obras de restauração do santuário, localizado no centro histórico.

A capacitação de recursos foi viabilizada por meio da Lei Municipal 470 que, em 2008, criou o Programa Alegra Centro, para revitalizar e desenvolver a região central de Santos. O Santuário do Carmo é o primeiro bem eclesiástico a aderir ao programa, que também permite que o patrocínio seja feito com o adiantamento de até 50% do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

“Isso trouxe a possibilidade de o cidadão saber precisamente onde estão colocando o seu dinheiro e, para nós, é uma boa via”, afirma frei Lino de Oliveira, que há 11 anos é prior e reitor do Convento. Segundo ele, a burocracia para se inscrever no programa é “desgastante”, pois a lei requer a aprovação das intervenções em todos os níveis onde o bem é tombado, o que exige um minucioso trabalho de arquitetura.

O complexo religioso do Carmo inclui o convento e duas igrejas: a Ordem Terceira e a da Ordem Primeira, interligadas em uma única fachada por uma torre em comum. A singularidade do conjunto justificou o tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1941. A igreja da Ordem Primeira e o convento também são patrimônios municipal e estadual. O prédio em estilo barroco apresenta retábulos da segunda metade do século 18, cheios de simbologia, com altares de madeira no estilo rococó e quatro telas do pintor Benedito Calixto.

Orçada em R$305 mil, a primeira fase da revitalização inclui a restauração das paredes dos dois claustros (pátios internos do convento) e a reforma da torre, com lavagem da pedra, conserto de janelas, esquadrias e sinos. A previsão é que a obra leve três meses, porém só vai começar quando todo o recurso estiver em caixa. Desde o início da captação, em fevereiro, foram arrecadados R$14 mil. No ano passado, a Igreja gastou R$ 105 mil para restaurar a fachada, conseguidos sem o apoio fiscal. “A revitalização completa inclui outras fases, com a restauração da parte interna da igreja, do piso e da iluminação, mas isso ainda tem de ser aprovado pelo Iphan”, explica a arquiteta Adélia Mattos que, junto com o colega Gilson Braga, trabalha no projeto.

Frei Lino pretende ver todos os 2.240 m² do conjunto revitalizados, porém não arrisca um prazo. “Tem muito trabalho ainda a ser feito, mas o mais importante é que estamos conseguindo evitar a especulação imobiliária”, diz o frei, lamentando que quase 50% do complexo tenha sido demolido na década de 1970 para a construção de edifícios comerciais no entorno.

sábado, 1 de agosto de 2009

Antecipação do IPTU auxilia reforma do Convento do Carmo

A Tribuna- A3 - Baixada Santista - César Miranda
---
RESTAURAÇÃO. Os interessados em patrocinar a obra devem ir ao local até outubro.

Muitos munícipes desconhecem mas podem antecipar em até 50% di valor a ser pago a título de IPTU ou Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), referente ao exercício do próximo ano, para ajudar as obras de restauração do Convento do Carmo, patrimônio tombado e um dos pontos mais importantes do turismo religioso de Santos.
Desde o primeiro semestre, apenas 15 pessoas repassaram parte dos impostos ao templo religioso mais antigo de Santos, que completou 420 anos de fundação em abril. Ao todo, o Convento já conta com o auxílio de R$ 10 mil.
Esse valor poderia ser maior, diz frei Lino, se os contribuintes tivessem conhecimento da antecipação. “Estou avisando a população nas missas. Espero que outras pessoas se motivem”, acrescentou o responsável pelo convento que é o terceiro mais antigo dos carmelitas no Brasil, apenas atrás de Olinda (PE) e Salvador (BA).
De acordo com frei Lino, os recursos serão usados na recuperação da torre e conclusão dos serviços nas fachadas. O benefício está previsto na Lei Complementar 470/2003, Artigo 37, que trata das compensações tributárias aos que patrocinam obras de restauração do Alegra Centro.
Para pedir a antecipação de até 50% do valor a ser pago pelo IPTU ou ISSQN, os interessados em patrocinar a restauração deverão ir ao Convento até o fim de outubro. No local, um funcionário fica responsável em preencher uma ficha que será fornecida à Prefeitura comprovando o pagamento do benefício.
“Cuidamos da parte burocrática”, disse o frei. Como exemplo vale lembrar que se o total do IPTU É DE r$800,00, e se o contribuinte for destinar 10%, terá que desembolsar R$80,00 na hora. O valor será descontado do carnê posteriormente.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Orquestra Sinfônica Municipal de Santos no Convento do Carmo

No dia 19 de Julho, a Orquestra Sinfônica Municipal de Santos marcou a vintena de Nossa Senhora do Carmo com a apresentação das Vésperas Carmelitanas, do compositor alemão Händel, autor de obras para a Ordem do Carmo na Europa, no século XVIII. O espetáculo, regido pelo maestro Luis Gustavo Petri, teve a participação das solistas Heloisa Petri (soprano) e Regina Schlochauer (órgão), além do Coral Municipal de Santos, sob regência do maestro Roberto Martins.
Confira, logo abaixo, o vídeo da apresentação, produzido e editado por Emílio Pechini:

video

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Orquestra Sinfônica faz concertos em Santos e Campos do Jordão

Diário Oficial de Santos
---

A Vintena e Festa de Nossa Senhora do Carmo foi marcada, domingo, pelo concerto da Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, regida pelo maestro Luís Gustavo Petri. A apresentação , às 12 horas, no Convento do Carmo (Centro Histórico), teve a participação das solistas Heloisa Petri (soprano) e Regina Shlochauer (órgão), além do Coral Municipal de Santos, sob regência do maestro Roberto Martins. A Sinfônica executou obras de Haendel, compositor alemão e autor de músicas para a Ordem do Carmo na Europa, no século 18.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

É dia de celebrar N.SRA. do Carmo

Expresso Popular- Pág 4 - Geral
---
Hoje é o dia de Nossa Senhora do Carmo, santa padroeira dos marinheiros e do Convento do Carmo de Santos, que, com 420 anos, é o 3º mais antigo dos carmelitas do País. Ela também é protetora dos náufragos. A história revela que o título da santa está unido ao símbolo do escapulário, que significa proteção.
De acordo com o padre da paróquia de Nossa Senhora do Carmo, Javier Mateo Arana, a origem da devoção do escapulário de Nossa Senhora do Carmo surgiu como um jeito de lembrar o avental usado pelos carmelitas. "Essa é uma forma de reminiscência aos vestes dos carmelitas, usados para servir aos mais pobres no período da Idade Média".
Segundo o reitor do Santuário de Nossa Senhora do Carmo e prior do Convento do Carmo, frei Lino de Oliveira, muitos fiéis acompanharão a programação em homenagem à santa, que vai até 27 de Julho. "Esperamos mais de duas mil pessoas durante o evento, que contará inclusive com a participação de diversos corais liturgicos".

Salvação

Em 16 de Julho de 1251, preocupado com as hostilidades sofridas pelos carmelitas, o pior deles, Simão Stock, rezou a santa fervorosamente. Foi relatada a visão que mostrou a Virgem Maria, cercada de anjos, segurando nas mãos o escapulário da ordem atual e a afirmar: "Eis o privilégio que dou a ti e a todos os filhos do Carmelo: todo o que for revestido deste hábito será salvo". Já o papa Pio XII recomendou essa devoção do escapulário como símbolo da proteção da Mãe de Deus.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Click no A Tribuna :O Convento do Carmo

A Triubuna - A-9 - Baixada Santista
---
O Convento do Carmo, patrimônio tomabado e o mais antigo de Santos e o terceiro do Brasil, comemora 420 anos. A partir de hoje até o dia 27 deste mês, acontecerão missas, confraternizações e apresentações musicais no local, que é um dos mais importantes prédios religiosos da Cidade. O lugar foi inaugurado pelos padres carmelitas no dia 24 de abril de 1589 em terras doadas por Braz Cubas.
---
Vintena Começa hoje com coral da Aparecida
Hoje, com início da Vintena de Nossa Senhora do Carmo, o Coral Mater Aparecida, da Paróquia de Nossa Senhora de Aparecida, se apresenta, às 18 horas, no Santuário de Nossa Senhora do Carmo. A programação que segue até dia 27 de julho, prevê a apresentação da Orquestra Sinfônica de Santos no dia 19, ao meio dia.

domingo, 5 de julho de 2009

Convento do Carmo, no Centro Histórico, comemora 420 anos

A Tribuna- A-14- Baixada Santista
--
Em comemoração aos 420 anos do Convento do Carmo, patrimônio tombado e um dos mais importantes prédios religiosos de Santos, realizará a partir de terça-feira até o dia 27, missas, confraternizações e apresentações musicais.
No dia 16, a partir das 18 horas, será realizada a solenidade de Nossa Senhora do Carmo, com missas e procissão pelas ruas do Centro Histórico. Já no próximo dia 19, a partir das 12 horas, a programação prevê a apresentação da obra sacra Vésperas Carmelitanas, do compositor alemão Handel, pela Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, sob regência de Luiz Gustavo Petri e dos corais litúrgicos, além da confraternização com o Café Amigo Carmelitano.
Neste período as missas serão realizadas de segunda a sexta-feira, às 7h30, 12h30 e às 18 horas, aos sábados, às 17 horas, e aos domingos, às 8h, 11h e 18 horas.
Inaugurado pelos padres carmelitas no dia 24 de abril de 1589 em terras doadas por Braz Cubas, o Convento do Carmo é o mais antigo da Cidade e o terceiro do Brasil.

sábado, 4 de julho de 2009

Vintena celebra 420 anos do Convento do Carmo

Diário Oficial de Santos
---
Patrimônio tombado e um dos pontos mais importantes do turismo religioso em Santos, o Convento do Carmo (Praça Braão do Rio Branco, 16- Centro Histórico) vai desenvolver programação especial de terça-feira ao dia 27, com missas e apresentações musicais. Trata-se da Vintena de Nossa Senhora do Carmo, que celebrará os 420 anos de fundação do Convento, completados em abril.
Nesse período, as missas serão de segunda a sexta, às 7h30,12h30 e 18; Aos sábados, às 17h; e aos domingos, às 8h, 11h e 18h. O ponto alto será dia 16, com a solenidade de Nossa Senhora do Carmo, com missas e procissão pelas ruas do Centro Histórico, a partir das 18h.
A Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, sob regência de Luiz Gustavo Petri, executa no dia 19, às 12h, a composição sacra 'Vésperas Carmelitanas', do alemão Handel.

Atração Turística


Inaugurado pelos padres carmelitas no dia 24 de abril de 1589 em terras doadas por Braz Cubas, o Convento do Carmo é considerado o mais antigo da cidade e o terceiro do Brasil. O Convento faz parte do conjunto que engloba a igreja Venerável Ordem Terceira do Carmo e o Santuário de Nossa Senhora do Carmo. Em estilo barroco, o Conjunto do Carmo faz parte do patrimônio nacional desde 1940. Foi tombado em 1981 pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artísitico e Turístico), e em 1990 pelo Condepasa (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos). Além disso, está incluido no programa de 'Visitação Monitorada às Igrejas de Santos', realizado gratuitamente pela prefeitura, por meio da Setur (Secretaria de Turismo). O patrimônio é apresentado por uma 'vovó sabe tudo', que aborda história, arquitetura e curiosidades do local. Outra dica é o Canto Gregoriano, sempre no segundo domingo do mês, na missa das 11h. O santuário pode ser visitado aos sábados e domingos, das 15h às 17h, e a Ordem 3ª, de segunda a sexta, das 8h às 11h30, e das 13h30 às 17h.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Dois postes serão removidos

A Tribuna - Baixada Santista - A-6 - César Miranda

---

A CPFL informou que a retirada de postes e fiação em frente ao Conjunto do Carmo, na Praça Barão de Rio Branco, aguarda apenas o posicionamento oficial da Prefeitura para iniciar os estudos visando levantar os custos da obra. A iniciativa é para atender um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), determinado pela Promotoria de Justiça de Santos. Eles serão substituídos por postes de época.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Passeio a pé percorrerá e contará história do Centro

A Tribuna- Baixada Santista- A-6 - César Miranda
---

A história dos bondes elétricos, em razão do centenário de 2009, será incorporada na quinta edição da Caminhada Histórica no Centro de Santos, em 12 de julho. São esperadas entre 3 a 4 mil pessoas para o passeio que irá percorrer três quilômetros e vai contar a história do bairro onde nasceu a Cidade.
Durante o trajeto, bondes ocupados por pessoas vestidas com roupas de época irão acompanhar os participantes. A saída será na Praça Mauá, às 9 horas. Serão 10 paradas com a narração da história dos pontos turísticos, entre eles Palácio, José Bonifácio, Bolsa de Café, Casa da Frontaria Azulejada, Palacete Mauá e Conjunto do Carmo.
(...)

terça-feira, 21 de abril de 2009

Convento do Carmo completa 420 anos

A Tribuna- A-6- Baixada Santista - Sandro Thadeu
---
O Convento do Carmo, o templo religioso mais antigo de Santos, completa 420 anos de fundação nesta sexta-feira e comemora a data com missa solene, às 18 horas. Para aproveitar a data festiva, será intensificada a campanha de convidar os fiéis a participarem do processo de patrocínio de obras de restauração do programa Alegra Centro.
O proprietário de imóvel ou de algum tipo de comércio da Cidade pode solicitar à Administração Municipal a antecipação de até 50% do valor a ser pago a título do IPTU ou Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN),referente ao exercício do próximo ano, para as obras do lugar.
Segundo Frei Lino de Oliveira, responsável pelo Convento- o terceiro mais antigo dos carmelitas no País, apenas atrás de Olinda (PE), e Salvador (BA) - o imóvel foi o primeiro do Município a ser habilitado para recebimento de tal benefício. No entanto, somente há seis meses descobriu que a comunidade não tinha conhecimento desse mecanismo.
"Até o momento, conseguimos oito pessoas que passem o IPTU para nós, o que ainda não ocorreu no caso do ISSQN. Qualquer investidor ou pessoa pode participar", explica.
Conforme o religioso, a documentação necessária e a quantia a ser doada devem ser entregues na seccretaria do Convento até dia 31 de outubro. Então, será preenchido um requerimento fornecido pela Prefeitura para comprovar o pagamento do patrocínio.
Frei Lino explica que o trabalho de restauração esta sendo feito aos poucos, devido à grande necessidade de recursos financeiros para custear as obras, que têm como engenheiro responsável Antonio Carlos Moreira da Silva. "Nós temos o projeto pronto, mas não tenho ideia da quantia, porque é muito alta", ressalta.
Até o final deste ano, o frei acredita que será reformado o pátio interno e o jardim do Convento. Recentemente, a fachada passou por obras, assim como a mesa de comunhão do altar-mór, que foi colocada no local original durante a Páscoa, segundo a Arquiteta Adelia Matos, uma das responsáveis pelo projeto de restauração ao lado de Gilson Braga.
"Em relação à liturgia, a mesa deveria ficar atrás e não no presbitério onde ficam os cadeirais. Toda a pintura da parte interna e do forro serão refeitas. "O piso também mudará", diz a especialista.
Final Feliz
A novela que se arrasta desde julho do ano passado da retirada dos postes de luze da rede de alta tensão existentes em frente ao Convento do Carmo deverá chegar ao fim em 120 dias. Segundo frei Lino, o Ministério Público Federal (MPF) convocou uma reunião na última quinta-feira com a CPFL Piratininga e com a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Seosp) para tratar do assunto. Conforme o religioso, esse foi um verdadeiro presente para toda a comunidade.
"Estamos muito felizes, porque é uma certeza que temos. Daqui a quatro meses, se Deus quiser, vamos estar com um visual diferente".

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Paróquias iniciam celebrações

Boqueirão
---

Em alusão às festividades de Páscoa, que ocorrem no próximo domingo (12), as paróquias de Santos promovem programações especiais para comemoração da data, iniciando-se nesse domingo (5), dia de Domingo de Ramos. Segundo a religião católica, trata-se do dia quando Jesus Cristo foi recebido em Jerusalém, capital de Israel, aclamado pelos fiéis, que carregavam consigo ramos de oliveira.
(...)
No Convento do Carmo (Praça Barão do Rio Branco, 16, Centro), a programação envolve a Procissão do Senhor dos Passos, neste domingo (5), às 18 horas; a Missa do Lava-Pés na quinta (9), no mesmo horário; a Celebração da Cruz na sexta (10), às 15 horas; a Missa de Aleluia com Batizados no sábado (11), às 18 horas; e a Procissão da Alvorada, às 7 horas do domingo pascal (12), seguida de missas às 8, 11 e 18 horas.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Católicos revivem a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém

A Tribuna- A-8- Leila Silvino
---

Bem cedo, já a partir das 7 horas, o Centro de Santos foi tomado ontem pela religiosidade devido às celebrações do Domingo de Ramos. Mais precisamente, no Centro Histórico, na Praça Barão do Rio Branco, 16, das janelas das igrejas Ordem Terceira do Carmo e Adoração Perpétua podia-se ouvir a saudação religiosa A Entrada de Jerusalém, entoada pelos integrantes do Coral da Santa Casa de Santos.
Cerca de 80 fiéis assistiram a apresentação, uma alusão à chegada de Jesus à cidade símbolo do seu reinado. Em seguida houve uma pequena procissão ao redor dos templos, a benção dos ramos, a leitura do Evangelho de São Marcos e a entrada para celebração da missa às 07h30.

(...)

Domingo de Ramos

Na manhã do Domingo de Ramos, das janelas do Convento do Carmo, as vozes do Coral da Santa Casa, entoavam a canção A Entrada de Jerusalém, para comemorar a chegada de Jesus, enquanto cerca de 80 pessoas compareciam para a pequena procissão em volta das igrejas, a Benção dos Ramos, a leitura do Evangelho de São Marcos e à missa às 07h30.

Confira no site da TV Tribuna:
http://www.tvtribuna.com/videos/?video=22668

domingo, 5 de abril de 2009

Católicos celebram Domingo de Ramos

A Tribuna- A-6- Baixada Santista
---

Os católicos celebram hoje o Domingo de Ramos, que é motivo de evento especial no Centro Histórico de Santos. A cerimônia religiosa começa às 7 horas, quando as janelas das igrejas da Ordem Terceira do Carmo e Santuário de Nossa Senhora do Carmo e Adoração Perpétua serão ocupadas pelos integrantes do Coral da Santa Casa de Santos.
A Benção de Ramos, a leitura do Evangelho de São Marcos e a procissão de entrada no templo para a celebração de missa, serão em seguida.

(...)

sábado, 4 de abril de 2009

Missas e Procissões marcam ritual do Domingo de Ramos

A Tribuna- A-8- Baixada Santista
---

O Domingo de Ramos será especial no Centro Histórico de Santos. A cerimônia religiosa começa às 7 horas, quando as janelas das igrejas da Ordem Terceira do Carmo e do Santuário de Nossa Senhora do Carmo e Adoração Perpétua serão ocupadas pelos integrantes do Coral da Santa Casa.
A Benção dos Ramos, a Leitura do Evangelho de São Marcos e a procissão da entrada no templo acontecerão a partir das 7h30.

(...)

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Domingo de Ramos será comemorado no Centro Histórico

Diário Oficial de Santos
---

As janelas da Igreja da Ordem Terceira do Carmo e do Santuário de Nossa Senhora do Carmo e Adoração Perpétua serão o cenário para a apresentação do Coral da Santa Casa de Santos, que entoará "A entrada de Jerusalém" para celebrar o Domingo de Ramos, neste fim de semana, a partir das 7 h. Em seguida, haverá a benção dos ramos, leitura do Evangelho de São Marcos e procissão de entrada no templo para a celebração da missa, às 7h30.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Resumo das Especificações para Processo de Patrocínio de Obras de Restauração do Programa Alegra Centro

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária
SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO
Atualizado em 10 de Junho de 2008

De acordo com a Lei Complementar 470/03 e com o Decreto 4073/2003, segue abaixo informações resumidas relativas ao incentivo fiscal a ser concedido ao patrocinador de serviços ou obras de restauração, realizados em imóveis classificados como NP1 e NP2 localizados na área de abrangência do Programa Alegra Centro:
Aspectos Gerais
  • O incentivo fiscal é concedido à pessoa física ou jurídica domiciliado no município e contribuinte do IPTU ou ISSQN; podendo ser concedido para um ou mais patrocinadores e a um ou mais imóveis, porém, os procedimentos devem ser individualizados para cada patrocinador e tipo de isenção requerida;
  • O incentivo será concedido através de Certificados de Compensação de Patrocínio de Restauração ( correspondente ao valor total do patrocínio) que será emitido após finalização dos serviços de restauração e mediante análise e aprovação da documentação do patrocinador;
  • O valor do incentivo também pode ser utilizado para compensação de créditos tributários, conforme instruções específicas a serem analisados caso a caso e de acordo com a natureza do imposto devido;
  • O locatário do imóvel contemplado poderá patrocinar as obras de restauração do imóvel, desde que possua outro endereço que será beneficiado através das isenções fiscais.

1. Obtenção da autorização para o empreendedor destinar os recursos financeiros para os serviços e obras de restauração

Após o Projeto de Restauração ter sido aprovado pelos órgãos competentes, o proprietário do imóvel ou seu responsável legal deverá abrir o Processo Administrativo requerendo a: autorização para destinar recursos para os serviços e obras de restauração em imóvel inserido no Programa Alegra Centro. Para tanto o interessado deve anexar ao Processo os seguintes documentos para fins de fixação do valor do incentivo:

a. Cronograma e orçamento detalhado ( com planilha de preços unitários e composição de preços e valor total das obras ou serviço de restauração);

b. Cópia do Projeto de restauração previamente aprovado pela PMS;

c. Descrição dos objetivos e recursos financeiros e humanos envolvidos para fins de fixação do valor do incentivo e fiscalização posterior.

Após análise da documentação e aprovação final pelo Escritório Técnico Alegra Centro e Poder Executivo, será providenciada então a autorização, que será formalizada através de publicação no Diário Oficial do Município contendo o valor total a ser patrocinado e o número do processo correspondente;

2. Cadastro de patrocinador participante do Programa de Revitalização e Desenvolvimento da Região Central Histórica de Santos - Alegra Centro

A partir da autorização publicada no D.O., pode-se então ser iniciada a captação de recursos. Para o efetivo controle dos trâmites dessa transação, será emitido um formulário específico e numerado que será entregue ao responsável para fins de cadastro da transação do PATROCÍNIO, PATROCINADOR e da ISENÇÃO a ser concedida. O cadastro do patrocinador participante do Programa de Revitalização e Desenvolvimento da Região Central Histórica de Santos - Alegra Centro será emitido em 3 vias e servirá como documento de controle das três partes envolvidas. A via pertencente à PMS será anexada ao Processo Principal e servirá de parâmetro para o confronto das informações.

Quando finalizada a obra, o responsável técnico pelo projeto de restauração deverá solicitar a baixa de licença da obra. Concedida a baixa de licença, o empreendedor deverá apresentar as cópias das notas fiscais originais ( de acordo com o Código Tributário do Município) de todos os serviços executados nas obras de restauração, para análise e conferência dos serviços e valores pelo Escritório Técnico Alegra Centro. Também deverá ser anexada neste momento a via original ( da PMS) do Cadastro de Patrocinador.

3.Obtenção do Certificado de Compensação de Patrocínio de Restauração

Após baixa de licença concedida, o patrocinador pode então abrir Processo Administrativo requerendo o Certificado de Compensação de Patrocínio de Restauração para a obtenção da isenção fiscal. Ao requerimento devem ser anexados os seguintes documentos:

a. Via original ( do patrocinador) do Cadastro de Patrocinador Participante do Programa de Revitalização e Desenvolvimento da Região Central de Santos - Alegra Centro;

b. Deverão ser informados os lançamentos imobiliários e as inscrições imobiliárias, cujo o titular seja a pessoa patrocinadora, sobre os quais incidirão os benefícios;

c. Anexar cópias dos seguintes documentos do interessado:

  • Estatuto Social, em caso de pessoa jurídica;
  • CPF ou CNPJ;
  • Inscrição Municipal;
  • Aviso do IPTU ou ISSQN do exercício;

Após a conferência dos ítens citados acima, o Processo será então encaminhado ao Departamento de Fiscalização da Receita, da Secretaria Municipal de Finanças, que confrontará os dados com o Processo Principal, dará baixa nos valores e lançará as isenções. Após tal conferência será concedido o Certificado de Compensação de Patrocínio de Restauração, contendo o valor da isenção a ser concedida, este terá duas vias, sendo uma entregue ao patrocinador e outra a ser anexada em Processo para providências ao adequado aproveitamento do crédito a que se refere a solicitação, para o exercício fiscal posterior, contada a partir da data de emissão do Certificado.

4. Concessão da Isenção

O desconto do IPTU será abatido via carnê ou boleto bancário e do ISSQN, via sistema GISS ( Gestão de ISS), mensalmente no valor devido, até que para ambos os casos, sejam atingidos o valor total investidos na obras de restauro

Caso haja valor residual de patrocínio, este será automaticamente autalizado para o exercício seguinte pelo IPCA-IBGE. O carnê do IPTU deverá contemplar o demostrativo de saldos a compensar;

Após o término da concessão de isenção ao patrocinador da obra de restauro ( quando todo o valor investido já tiver sido abatido do imposto devido), o patrocinador poderá solicitar uma declaração emitida pela Secretaria Municipal de Planejamento, através da Seção de Projetos Urbanos - Escritório Técnico Alegra Centro, contendo o valor investido, a obra patrocinada e o período em que as isenções fiscais foram concedidas.

Missa volta a lembrar dia de morte de Braz Cubas

A Tribuna - A-8- Local
---
Quase quatro séculos depois, a missa em memória de Braz Cubas volta à galeria dos eventos importantes na Cidade. O projeto de lei aprovado na última quinta-feira pela Câmara inclui no Calendário Oficial do Município o 10 de março, data de morte do fundador da Vila de Santos.
(...)
Antecipando-se ao projeto, a igreja Nossa Senhora do Carmo celebrou no ano passado a missa pedida pelo fundador de Santos. Foi para a Irmandade do Carmo, segundo o historiador Waldir Rueda, que Cubas deixou parte de sua herança. Foi lá também o local provável das últimas celebrações, em 1628, quando morreu Pedro Cubas, filho de Braz.
A missa deste ano, porém, será na igreja do Valongo, às 19horas da próxima terça-feira. Rueda reclama: "Por uma questão histórica, deveria ser feita no Carmo, porque essa era a vontade dele (Cubas). Acho que a Prefeitura deveria tomar a frente disso".

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Igrejas promovem retiros espirituais

Diário Oficial de Santos
---

Quem quer fugir da folia de carnaval e trocá-la pela meditação pode se inscrever em um dos retiros promovidos dela Diocese de Santos em diversas paróquias. (...) O Convento do Carmo, no Centro Histórico, promove o Retiro Carmelitano de amanhã a terça, a partir das 8h, sendo a entrada um quilo de alimento não perecível.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Ossadas são encontradas no Centro

A Tribuna- A-8 - Local - Suzana Fonseca
---
Arqueologia. Os esqueletos de 10 adultos e de 1 criança estavam em frente ao Convento do Carmo.
As ossadas de dez pessoas adultas e de uma criança foram encontradas, na manhã de ontem, em frente ao Convento do Carmo, no Centro de Santos. A descoberta dos esqueletos foi feita pelo historiador Waldir Rueda, que realizava escavações em uma área onde estão sendo desenvolvidas as obras de ampliação da linha do bonde turístico, na Praça Barão do Rio Branco.
Conforme Rueda, que estava acompanhado pelo estudante Alexandre Largacha, do 3º de Biologia Marinha da Universidade Santa Cecília ( Unisanta), o terreno em que as ossadas foram encontradas pertencia a Braz Cubas, que o doou aos carmelitas no século 16. " Nós não tínhamos notícia de que a igreja do Carmo teria adro- cemitério em frente ou em volta", explicou Rueda.
"Por exemplo, na igreja da Praça da República, é em frente; na igreja do Rosário, lá na Praça Rui Barbosa, é do lado", contou, lembrando que dentro do Convento do Carmo existem quatro lápides. "Fora, não tínhamos notícia".
Ainda segundo o historiador, por conta da existência de adros na igreja do Centro, ele e o arqueólogo Manoel Gonzalez, do Centro Regional de Pesquisas Arqueológicas ( Cerpa) já consideravam a possibilidade de também encontrar algo em frente ao Convento. " Eu falei pra ele: 'quando chegar o bonde em frente ao Carmo, vamos abrir na direção das portas'. Quando abrimos numa porta não tinha; na segunda, a gente já encontrou".
Para Rueda, a presença das ossadas no local é curiosa porque se trata de um lugar de passagem. " É via de passagem, não tem como colocar adro", afirmou.
Os ossos encontrados foram retirados e encaminhados para o Cerpa, onde deverão ser analisados. O trabalho de escavações prossegue hoje.
De acordo com o engenheiro responsável pelas obras de ampliação da linha do bonde, Luiz Antônio Rosas Neto, da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Seosp), a descoberta não irá atrasar o andamento das obras.
" O Carmo nunca aceitou que se colocasse fora nem dentro também", explicou frei Lino de Oliveira. "Isso pode ser, como se fala?, um acidente de percurso? O que é natural numa cidade como a nossa, uma área arqueológica. Não é muita novidade. Para mi, é normal isso", minimizouo religioso, que é formado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo ( PUC).
O Convento do Carmo foi fundado em 1589 e ficou pronto em 1599. Segundo frei Lino, os frades não permitiam que pessoas fossem enterradas nem dentro do prédio, nem fora dele. As quatro lápides que existem no Convento, segundo ele, foram colocadas ali entre 1880 e 1907, período em que o local ficou sem frades.
"Eram síndicos que tomavam conta do nosso prédio", explicou frei Lino. "São pessoas ligadas ao lugar, mas sem ligação com os frades (que foram enterradas lá dentro). E nem coloque na cabeça do povo que eram pessoas ricas; eram pessoas que tinham ligação com a Cidade".
Conforme o religioso, somente os carmelitas podiam ser sepultados dentro do prédio. Era uma "exclusividade", destacou frei Lino, que se lembrou de uma excessão. "Houve um pedido, de um médico muito famoso aqui na Cidade, para que um escravo dele fosse enterrado. Esse foi o único que consta, que teve permissão para isso, 200 anos depois ( de fundada a igreja)".
Para o religioso, não foi surpresa a descoberta. " Isso, para mim, não é novidade nenhuma. Você vive dentro de uma área arqueológica. Não tem nada de histórico aí", afirmou , lembrando que a área onde a ossada foi encontrada já havia sido mexida antes, quando da colocação da linha do bonde.

Ossadas humanas são encontradas durante obras de expansão do Bonde Turístico de Santos

TV Tribuna - 1ª Edição


http://www.tvtribuna.com/videos/?video=21474

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Retiro Carmelitano

Presenã Diocesana- 11 -Geral
---

Dia 22 -das 14 às 18h
Dia 23 e 24 - das 8 às 11h e das 14 às 18h
Palestrante : Frei Lino de Oliveira O.C.
Colaboração: 1kg de alimento não perecível que será encaminhado para a Sociedade São Vicente de Paulo.

sábado, 17 de janeiro de 2009

Centro Historico abriga relíquias da arte sacra

Publicada em A Tribuna - A8- Local - Luiz Gomes Neto
---

O Centro de Santos garante boas opções para quem deseja conhecer um pouco da história da Cidade. Uma delas é fazer o roteiro religioso, visitando as igrejas que contam com monitores e ajudam a pessoa a entender a evolução da Cidade.
(...)
As Igrejas da ordens Primeira e Terceira do Carmo também se destacam no roteiro. A mais antiga é a da Ordem Primeira, que é revestida de azulejos marianos originais do século XVII. Os frades iniciaram a construção do convento e da igreja em 1599. O conjunto religioso abriga telas de Benedicto Calixto e cadeiras em jacarandá, destinadas ao clero.
A igreja da Ordem Terceira do Carmo foi construida 150 anos depois da Ordem Primeira, mas também preserva a interessante arquitetura da época. As quatro colunas de sustentação do coro tem bacias de água-benta talhadas em pedra de cantaria, mesmo material do console dos púlpitos.
(...)