sexta-feira, 30 de outubro de 2009

"Ser sacerdote para sempre"

Ano Sacerdotal 19/06/09 a 19/06/10

"Fidelidade de Cristo, fidelidade do sacerdote"

"Creio que o meu depoimento pode começar localizando o período de consagração. Primeiro, o Batismo cristão católico que introduz o sacerdócio e profético naqueles quem têm fé. Assim sendo, fui cultivado numa família de fé simples na região do Vale, antigamente divisa com Santos, separada apenas pela serra.Naquela região aprendi a experimentar a fé que veio de meus pais.
Em seguida, observo a decisão que veio da descoberta da vocação ao Carmelo. Me senti escolhido por Deus e por Nossa Senhora, fui acompanhado por um frei carmelita e em seguida ingressei na Ordem do Carmo.
Atualmente, já com décadas de Ministério sacerdotal ordenado como religioso a serviço da Igreja, percebo que com mais atenção consigo zelar pelo chamado que Deus fez e noto como é necessário cultivar essa presença grandiosa de Deus.
Neste ano Sacerdotal somos agraciados pela Igreja e certamente temos muito a contribuir para ajudar na edificação da Igreja como discípulos e dignatários da vontade de Deus."

Frei Lino de Oliveira O.C.
---
Depoimento cedido ao jornal Presença Diocesana - Novembro/2009 - nº 99 - Ano 9

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Dia de São Lucas

Missa Solene de São Lucas
Homenagem aos Médicos
Vídeo produzido por Emílio Pechini

18-10-2009


video


terça-feira, 1 de setembro de 2009

Comissão critica regras do Pro-Urbe

A Tribuna- A-6- Baixada Santista

Integrantes da comissão que trata da revitalização da Ordem Primeira do Carmo estão criticando a dificuldade de acesso ao Programa de Incentivo à Revitalização de Obras Urbanas Degradadas. (Pro-Urbe).
O programa prevê a utilização de créditos obtidos por empresas no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Estima-se que o Estado tenha R$3 bilhões de créditos acumulados.
No entanto, segundo o reitor do Convento da Ordem do Carmo, frei Lino de Oliveira, na realidade a situação é bem diferente. "Ficamos sabendo do programa por intermédio da Prefeitura. Então, decidimos buscar os canais mais rápidos de acesso".
Os integrantes da comissão de revitalização procuraram o posto da Fazenda Estadual em Santos e a Assessoria do deputado Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) para saber como proceder e obter orientações a respeito do assunto.
"Nos dois casos, as respostas não foram consistentes. Continuamos sem saber como conseguir o benefício proporcionado pelo programa", sentenciou frei Lino de Oliveira.
Ele disse que ainda mantém esperança de que o programa mude o sistema atual e forneça os canais diretos para as entidades buscarem a captação dos recursos. "Nós sequer sabemos quem poderia ser um investidor em potencial. Acredito que isso poderia ser fornecido não só para nós, mas para qualquer outra entidade que esteja precisando restaurar seu imóvel em área degradada com valor histórico reconhecido".
No caso da Ordem Primeira do Carmo, o imóvel está inserido na área do programa Alegra Centro e já tem projetos de reforma e recuperação aprovados pela Prefeitura.
A Ordem Primeira já captou o patrocínio de 25 munícipes, que deram entrada no processo de solicitação de desconto do IPTU para 2010. Parte da obra da fachada principal já foi executada, bem como do convento.
"Capacitados nós até estamos. O que falta é uma orientação maior sobre o assunto. Esse canal de acesso que foi oferecido não funciona como deveria, na minha opinião.

Sem interesse

O arquiteto da Diocese de Santos, Jaime Calixto, esclarece que a condição primordial do Pro-Urbe é conseguir um investidor, além de ter o projeto aprovado pela Prefeitura. "Sem isso fica difícil mesmo. A ideia é até interessante. Mas acontece que as empresas, de um modo geral, não se interessam pelo assunto".
A assessoria do deputado Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) informou que prestou os esclarecimentos sobre o programa, regulamento pelo Decreto Estadual 52.161/07, para a Ordem Primeira do Carmo.
Explicou que, além do projeto aprovado pela Prefeitura, deveria ser indicado o nome do investidor, que é a principal dificuldade encontrada pelos interessados na utilização de créditos.
Em função disso, o parlamentar propôs, à Fazenda Paulista, a realização de estudos para mudanças nas regras vigentes, a fim de facilitar o acesso aos créditos e estimular o interesse de eventuais investidores.
Outra proposta foi a inclusão, no Pro-Urbe, de imóveis históricos que não estejam necessariamente em áreas degradadas, mas precisam de restauro.
A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado da Fazenda foi acionada ontem por A Tribuna, e ficou de se manifestar sobre o assunto nos próximos dias.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Recurso do IPTU vai reformar Convento

O Estado de São Paulo - C6 - Metrópole - Rejane de Lima
---

Em Santos, lei prevê que contribuinte adiante metade do imposto para obras no Centro; Santuário do Carmo aderiu ao programa de incentivo

Com 420 anos, o terceiro mais antigo convento carmelita do País, localizado em Santos, litoral paulista, iniciou um processo de revitalização que deve ser totalmente custeado pela população. Os contribuintes do IPTU no município podem adiantar 50% do valor da taxa a ser paga no próximo ano para as obras de restauração do santuário, localizado no centro histórico.

A capacitação de recursos foi viabilizada por meio da Lei Municipal 470 que, em 2008, criou o Programa Alegra Centro, para revitalizar e desenvolver a região central de Santos. O Santuário do Carmo é o primeiro bem eclesiástico a aderir ao programa, que também permite que o patrocínio seja feito com o adiantamento de até 50% do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

“Isso trouxe a possibilidade de o cidadão saber precisamente onde estão colocando o seu dinheiro e, para nós, é uma boa via”, afirma frei Lino de Oliveira, que há 11 anos é prior e reitor do Convento. Segundo ele, a burocracia para se inscrever no programa é “desgastante”, pois a lei requer a aprovação das intervenções em todos os níveis onde o bem é tombado, o que exige um minucioso trabalho de arquitetura.

O complexo religioso do Carmo inclui o convento e duas igrejas: a Ordem Terceira e a da Ordem Primeira, interligadas em uma única fachada por uma torre em comum. A singularidade do conjunto justificou o tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1941. A igreja da Ordem Primeira e o convento também são patrimônios municipal e estadual. O prédio em estilo barroco apresenta retábulos da segunda metade do século 18, cheios de simbologia, com altares de madeira no estilo rococó e quatro telas do pintor Benedito Calixto.

Orçada em R$305 mil, a primeira fase da revitalização inclui a restauração das paredes dos dois claustros (pátios internos do convento) e a reforma da torre, com lavagem da pedra, conserto de janelas, esquadrias e sinos. A previsão é que a obra leve três meses, porém só vai começar quando todo o recurso estiver em caixa. Desde o início da captação, em fevereiro, foram arrecadados R$14 mil. No ano passado, a Igreja gastou R$ 105 mil para restaurar a fachada, conseguidos sem o apoio fiscal. “A revitalização completa inclui outras fases, com a restauração da parte interna da igreja, do piso e da iluminação, mas isso ainda tem de ser aprovado pelo Iphan”, explica a arquiteta Adélia Mattos que, junto com o colega Gilson Braga, trabalha no projeto.

Frei Lino pretende ver todos os 2.240 m² do conjunto revitalizados, porém não arrisca um prazo. “Tem muito trabalho ainda a ser feito, mas o mais importante é que estamos conseguindo evitar a especulação imobiliária”, diz o frei, lamentando que quase 50% do complexo tenha sido demolido na década de 1970 para a construção de edifícios comerciais no entorno.

sábado, 1 de agosto de 2009

Antecipação do IPTU auxilia reforma do Convento do Carmo

A Tribuna- A3 - Baixada Santista - César Miranda
---
RESTAURAÇÃO. Os interessados em patrocinar a obra devem ir ao local até outubro.

Muitos munícipes desconhecem mas podem antecipar em até 50% di valor a ser pago a título de IPTU ou Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), referente ao exercício do próximo ano, para ajudar as obras de restauração do Convento do Carmo, patrimônio tombado e um dos pontos mais importantes do turismo religioso de Santos.
Desde o primeiro semestre, apenas 15 pessoas repassaram parte dos impostos ao templo religioso mais antigo de Santos, que completou 420 anos de fundação em abril. Ao todo, o Convento já conta com o auxílio de R$ 10 mil.
Esse valor poderia ser maior, diz frei Lino, se os contribuintes tivessem conhecimento da antecipação. “Estou avisando a população nas missas. Espero que outras pessoas se motivem”, acrescentou o responsável pelo convento que é o terceiro mais antigo dos carmelitas no Brasil, apenas atrás de Olinda (PE) e Salvador (BA).
De acordo com frei Lino, os recursos serão usados na recuperação da torre e conclusão dos serviços nas fachadas. O benefício está previsto na Lei Complementar 470/2003, Artigo 37, que trata das compensações tributárias aos que patrocinam obras de restauração do Alegra Centro.
Para pedir a antecipação de até 50% do valor a ser pago pelo IPTU ou ISSQN, os interessados em patrocinar a restauração deverão ir ao Convento até o fim de outubro. No local, um funcionário fica responsável em preencher uma ficha que será fornecida à Prefeitura comprovando o pagamento do benefício.
“Cuidamos da parte burocrática”, disse o frei. Como exemplo vale lembrar que se o total do IPTU É DE r$800,00, e se o contribuinte for destinar 10%, terá que desembolsar R$80,00 na hora. O valor será descontado do carnê posteriormente.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Orquestra Sinfônica Municipal de Santos no Convento do Carmo

No dia 19 de Julho, a Orquestra Sinfônica Municipal de Santos marcou a vintena de Nossa Senhora do Carmo com a apresentação das Vésperas Carmelitanas, do compositor alemão Händel, autor de obras para a Ordem do Carmo na Europa, no século XVIII. O espetáculo, regido pelo maestro Luis Gustavo Petri, teve a participação das solistas Heloisa Petri (soprano) e Regina Schlochauer (órgão), além do Coral Municipal de Santos, sob regência do maestro Roberto Martins.
Confira, logo abaixo, o vídeo da apresentação, produzido e editado por Emílio Pechini:

video

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Orquestra Sinfônica faz concertos em Santos e Campos do Jordão

Diário Oficial de Santos
---

A Vintena e Festa de Nossa Senhora do Carmo foi marcada, domingo, pelo concerto da Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, regida pelo maestro Luís Gustavo Petri. A apresentação , às 12 horas, no Convento do Carmo (Centro Histórico), teve a participação das solistas Heloisa Petri (soprano) e Regina Shlochauer (órgão), além do Coral Municipal de Santos, sob regência do maestro Roberto Martins. A Sinfônica executou obras de Haendel, compositor alemão e autor de músicas para a Ordem do Carmo na Europa, no século 18.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

É dia de celebrar N.SRA. do Carmo

Expresso Popular- Pág 4 - Geral
---
Hoje é o dia de Nossa Senhora do Carmo, santa padroeira dos marinheiros e do Convento do Carmo de Santos, que, com 420 anos, é o 3º mais antigo dos carmelitas do País. Ela também é protetora dos náufragos. A história revela que o título da santa está unido ao símbolo do escapulário, que significa proteção.
De acordo com o padre da paróquia de Nossa Senhora do Carmo, Javier Mateo Arana, a origem da devoção do escapulário de Nossa Senhora do Carmo surgiu como um jeito de lembrar o avental usado pelos carmelitas. "Essa é uma forma de reminiscência aos vestes dos carmelitas, usados para servir aos mais pobres no período da Idade Média".
Segundo o reitor do Santuário de Nossa Senhora do Carmo e prior do Convento do Carmo, frei Lino de Oliveira, muitos fiéis acompanharão a programação em homenagem à santa, que vai até 27 de Julho. "Esperamos mais de duas mil pessoas durante o evento, que contará inclusive com a participação de diversos corais liturgicos".

Salvação

Em 16 de Julho de 1251, preocupado com as hostilidades sofridas pelos carmelitas, o pior deles, Simão Stock, rezou a santa fervorosamente. Foi relatada a visão que mostrou a Virgem Maria, cercada de anjos, segurando nas mãos o escapulário da ordem atual e a afirmar: "Eis o privilégio que dou a ti e a todos os filhos do Carmelo: todo o que for revestido deste hábito será salvo". Já o papa Pio XII recomendou essa devoção do escapulário como símbolo da proteção da Mãe de Deus.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Click no A Tribuna :O Convento do Carmo

A Triubuna - A-9 - Baixada Santista
---
O Convento do Carmo, patrimônio tomabado e o mais antigo de Santos e o terceiro do Brasil, comemora 420 anos. A partir de hoje até o dia 27 deste mês, acontecerão missas, confraternizações e apresentações musicais no local, que é um dos mais importantes prédios religiosos da Cidade. O lugar foi inaugurado pelos padres carmelitas no dia 24 de abril de 1589 em terras doadas por Braz Cubas.
---
Vintena Começa hoje com coral da Aparecida
Hoje, com início da Vintena de Nossa Senhora do Carmo, o Coral Mater Aparecida, da Paróquia de Nossa Senhora de Aparecida, se apresenta, às 18 horas, no Santuário de Nossa Senhora do Carmo. A programação que segue até dia 27 de julho, prevê a apresentação da Orquestra Sinfônica de Santos no dia 19, ao meio dia.

domingo, 5 de julho de 2009

Convento do Carmo, no Centro Histórico, comemora 420 anos

A Tribuna- A-14- Baixada Santista
--
Em comemoração aos 420 anos do Convento do Carmo, patrimônio tombado e um dos mais importantes prédios religiosos de Santos, realizará a partir de terça-feira até o dia 27, missas, confraternizações e apresentações musicais.
No dia 16, a partir das 18 horas, será realizada a solenidade de Nossa Senhora do Carmo, com missas e procissão pelas ruas do Centro Histórico. Já no próximo dia 19, a partir das 12 horas, a programação prevê a apresentação da obra sacra Vésperas Carmelitanas, do compositor alemão Handel, pela Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, sob regência de Luiz Gustavo Petri e dos corais litúrgicos, além da confraternização com o Café Amigo Carmelitano.
Neste período as missas serão realizadas de segunda a sexta-feira, às 7h30, 12h30 e às 18 horas, aos sábados, às 17 horas, e aos domingos, às 8h, 11h e 18 horas.
Inaugurado pelos padres carmelitas no dia 24 de abril de 1589 em terras doadas por Braz Cubas, o Convento do Carmo é o mais antigo da Cidade e o terceiro do Brasil.